Live Fisio - Fisioterapia

Palavra do Fisio

Novas entorses no tornozelo: como evitar?

Novas entorses no tornozelo: como evitar?

Para você que não dá devida atenção às entorses de tornozelo, justamente por ser frequente, cuidado! Se essas entorses não forem evitadas ou tratadas corretamente, podem deixar sequelas para toda a vida.

A entorse do tornozelo nada mais é que uma inversão excessiva do pé de forma traumática, ou seja, é quando o pé por alguma razão vira bruscamente, causando um estiramento ou uma ruptura parcial ou total de ligamentos no tornozelo.

E quais as possíveis causas da entorse no tornozelo? As razões podem variar e são muitas, como fraquezas musculares, déficit de equilíbrio apenas. O fato da articulação não ter uma boa congruência também aumenta o índice de entroses.

Esse tipo de lesão pode acontecer com qualquer pessoa, mas acabam sendo mais frequentes entre pessoas fisicamente ativas, especialmente esportistas. O importante é que os lesionados devem ficar atentos, pois se o problema não é tratado de forma correta, sem avaliação médica e com o tratamento adequado indicado pelo fisioterapeuta, essa lesão pode evoluir para um quadro crônico funcionando como um gatilho para possíveis novas torções na mesma região podendo até levar a ruptura total dos ligamentos.

Aos esportistas cabe atenção ao treinamento, isso é importante! Os diversos músculos responsáveis pela estabilidade dinâmica dos tornozelos devem ser avaliados quanto a sua capacidade, Tríceps sural, tibial anterior, tibial posterior, fibular longo, fibular curto, extensor longo do hálux, intrínsecos do pé entre outros.

Como são classificados os tipos de entorse?

Entorse em inversão: o pé vira para fora, deslocando o calcanhar e o dedão para dentro.

Entorse em eversão: O pé vira para dentro, deslocando o calcanhar e o dedão para fora.

Os cuidados pós lesão devem ser tomados junto ao seu médico e fisioterapeuta, pois cada caso é singular. De maneira geral, o recomendado é evitar carga no tornozelo quando houver muita instabilidade, fazer fisioterapia e usar órteses e tornozeleiras que auxiliem na estabilização, proteção e recuperação.

Embora as entorses façam parte da vida, há algumas maneiras que pode prevenir a situação, como realizar sempre aquecimento antes da prática desportiva, ter sempre muita atenção com pisos irregulares, evitar mudanças bruscas de posição e direção e desenvolver a musculatura com atividade física regular.

Como podemos te ajudar?
Você merece mais qualidade de vida!

LiveFisio Sports
Live Fisio Care
Live Fisio Rehab
Central de Matrículs